Entenda o que é rede MPLS

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Com a crescente abrangência das redes de computadores, o que se pode observar é que não apenas a quantidade de usuários teve aumento significativo, mas também o número de aplicações teve salto relevante.

Com o uso de um protocolo de comunicação múltiplo, esta tecnologia pode ser empregada em qualquer tipo de rede, para tráfego de dados, voz e vídeo, informações do tipo multimídia, com destaque para redes:

  • De protocolo IP (Internet Protocol) – o mais comum nas redes atualmente.
  • ATM (Asynchronous Transfer Mode) – que são orientadas p conexão e operam em altas velocidades.
  • Tipo Frame Relay – que transmitem as informações após dividi-las em quadros de tamanhos diferentes, também com o emprego de velocidades altas.

Para atender à maioria deste universo de usuários, foi desenvolvido o MPLS (Multiprotocol Label Switching, ou protocolo de chaveamento de pacotes, em inglês), um método que possibilitar chavear os pacotes de informação e identificar o roteador que esteja mais próximo e possibilite o melhor fluxo de envio dos pacotes.

Ao interligar as diversas redes, com diferentes características de arquitetura e operação, o MPLS torna possível o uso de serviços múltiplos por uma gama igualmente variada de usuários, de pequeno, médio ou grande porte.

Como funciona

A base de funcionamento do MPLS é a identificação, ou o uso de rótulos, para os pacotes de informação, antes que trafeguem pelo backbone. Assim, tudo o que for enviado passa a ter o mesmo rótulo, ganhando eficiência no processo.

Com isso, os roteadores ficam com a capacidade de escolher o encaminhamento que seja mais compatível com cada informação, já identificada ou rotulada.

Aplicações

Suas aplicações estão direcionadas para engenharia de tráfego (Traffic Engineering), QoS (Quality of Services) e VPN (Virtual Private Network).

Na engenharia de tráfego cuida da transmissão por intermédio do backbone de rede, com melhorias no uso em banda larga.

O QoS (Quality of Service, ou Qualidade de Serviço) é uma tecnologia disponibilizada pelo MPLS que, em termos gerais, permite ao usuário definir quais os dispositivos e os serviços terão prioridade. Assim, aplicações que trabalham em tempo real, como os serviços de streaming, por exemplo, podem priorizar as informações de multimídia.

No caso das redes VPN, o MPLS possibilita usar em conjunto o modelo de isolamento/segurança do tipo overlay com um modelo que proporciona uma simplificação de encaminhando ponto-a-ponto (peer-to-peer).

Vantagens

As vantagens mais significativas são a menor quantidade de processamento nos equipamentos da rede e a maior velocidade ao encaminhar um rótulo.

Também deve ser considerada a possibilidade de utilização em redes com arquiteturas diferentes.

A rapidez, outra vantagem do MPLS, é fruto da técnica de realizar o processamento dos dados onde eles são gerados (borda da rede), liberando o núcleo da rede, o que tem aplicabilidade na rede 4G. Finalmente, importante considerar o fator segurança, que torna possível o tráfego de protocolos múltiplos usando padrões de criptografia diferentes, em razão dos roteadores identificarem os pacotes de informação pelos seus rótulos e não pelos seus conteúdos, como é característica do encaminhamento convencional.

NEWSLETTER APEXO EDU

Cadastre-se agora e recebe as últimas novidades sobre o mercado de tecnologia e Infraestrutura 

Descubra como as principais marcas já estão aplicando o 5G nas indústrias.

Nós usamos cookies para garantar a melhor experiência em nosso site