Conheça 5 aplicações de IoT nas indústrias

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

A aplicação dos conceitos da Internet das Coisas (IoT na sigla em inglês) é tão difundida, que já existe até um termo específico para isso: “IIoT”, que significa, em inglês, Industrial Internet of Things. E o motivo da alta aplicação no setor industrial é bem claro: conectividade.

Através de sensores em máquinas, dispositivos, ferramentas e sistemas, a IIoT oferece uma interligação entre esses aparelhos que possibilita diversas vantagens na gestão das operações em geral. Qualquer tecnologia que possa evitar a necessidade de intervenção humana nos processos de uma indústria – onde a intervenção é desnecessária – tem muito valor. Mas o produto final da IIoT ou IoT é a informação, na hora certa e da forma certa.

Abaixo, trouxemos 5 das principais aplicações de IoT nas indústrias.

Substituição de mão-de-obra humana

Conforme já mencionado, a eliminação de postos de trabalhos ocupados por humanos é um dos objetivos das indústrias, principalmente na inclusão de dados manuais, transferência de informações e tarefas repetitivas. A velocidade e a qualidade da informação que a IoT oferece, ajuda na identificação de postos de trabalho que podem ser substituídos por tecnologia. Funções repetitivas ou sistemáticas tendem a perder espaço no mercado.

Eliminação de acidentes

O setor industrial já funciona regido por rígidos protocolos de segurança, com avisos, demarcações e diversos outros tipos de mecanismos. Mas a Internet das Coisas entrou forte no time da segurança. Avisos em tempo real de máquinas superaquecidas ou informações de operadores em áreas de risco podem salvar vidas, e os sensores interconectados no universo IIoT tem total capacidade de fornecer mais essa eficaz medida de segurança.

Redução de manutenção em equipamentos

A manutenção é parte muito importante dos processos de uma indústria. As máquinas param, quebram, descalibram e necessitam de manutenção com alguma frequência. E a participação da IoT nestes casos é a determinação precisa deste “alguma frequência”. Através dos sensores e sistemas conectados às máquinas, a prevenção da manutenção se dá com muito mais qualidade. E saber quando algo vai precisar de manutenção é essencial no processo de redução de custos, projeções e definição de orçamentos.

Monitoramento de processos

Não somente monitorar a necessidade de manutenção, os sensores de temperatura e humidade nos equipamentos têm diversas funções nos parques industriais. Por exemplo, para players do setor de alimentos e bebidas, que transportam e estocam perecíveis, o controle da temperatura, ventilação e humidade é decisivo no processo operacional. Possíveis superaquecimentos em indústrias com grandes estruturas de hardware também podem ser facilmente detectados e evitados através da IoT.

Acompanhamento dos níveis de produtividade

Para finalizar, um dos principais objetivos de toda indústria: a produtividade. Imagine a cadeia operacional de uma indústria, cheia de processos, máquinas, operações, passagens, decisões. A produtividade geral é fácil de ser determinada, mas a informação da produtividade por processo e por unidade produtiva muda tudo. Com a aplicação da Internet das Coisas fica muito fácil identificar quanto cada processo contribui na produção geral, possibilitando a inclusão de mais operadores, mais automação ou alterações para a melhoria geral da produtividade.

NEWSLETTER APEXO EDU

Cadastre-se agora e recebe as últimas novidades sobre o mercado de tecnologia e Infraestrutura 

Descubra como as principais marcas já estão aplicando o 5G nas indústrias.

Nós usamos cookies para garantar a melhor experiência em nosso site