As 4 principais habilidades que um analista de TI precisa desenvolver

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Uma das funções mais amplas é a do Analista de TI – ou analista de sistemas – que atua na realização de estudos e simulações de processos com o objetivo de aperfeiçoar o processamento das informações. O papel do analista de sistemas, que utiliza conceitos técnicos, racionais e lógicos para melhorar as transmissões de dados é de extrema e constante importância. Por isso, para quem deseja aceitar o desafio de se tornar um analista de TI.

A maioria das empresas que vemos ou temos contato, ainda vai passar por muitos processos tecnológicos de atualização e inovação. Portanto, o jovem interessado em ingressar nesse novo mundo não precisa se preocupar com a demanda de serviço futuro.

Conhecimento técnico

Não é novidade para ninguém que um analista de sistemas precisa ter uma alta “bagagem” técnica. Não se trata só de ser saber sobre tecnologia e computadores, é preciso conhecimento profundo, know-how. Este requisito é, sem dúvida, o mais importante na formação de um analista, e, por isso, é o mais difícil de ser preenchido. E também o mais exigido pelo mercado. Para obter conhecimento técnico é preciso de tempo, estudo, experiência e muita dedicação. É interessante, também, que o profissional tenha especialização em uma ou mais áreas.

Olhar analítico

O nome já diz, e não poderia ser diferente. A quantidade de elementos que um analista de sistemas precisa considerar não é pequena. O profissional precisa interpretar os desejos do cliente, entender a razão e a raiz do problema, definir a melhor estratégia de solução, saber quais tecnologias e ferramentas usar e, principalmente, entender o contexto geral do projeto. É preciso um olhar analítico bem assertivo para administrar tudo, sem desperdiçar recursos, utilizando o que há de disponível da melhor forma.

Liderança e Habilidades Sociais

Aquela imagem do profissional de tecnologia tímido, isolado e com dificuldades de se relacionar, já não existe faz tempo. Com a evolução da tecnologia, a tarefa de desenvolver, corrigir e trabalhar com sistemas, exige uma equipe. E tanto na condição de membro, quanto na posição de líder, o analista de sistemas precisa saber falar, ouvir, ensinar, aprender e cooperar.  Saber gerenciar e trabalhar em equipes pode ser um grande diferencial neste mercado.

Comunicação

Diante do universo técnico e único da Tecnologia, o analista de sistemas que tem uma boa comunicação tende a se destacar no mercado. Diversos são os momentos em que o profissional precisa explicar os problemas ou as soluções, e nestes momentos, apresentar um discurso claro e didático, é essencial. Ouvir também faz parte da comunicação, é importante estar atento e sem pressa de dedução. De nada adianta saber ou entender tudo, se não souber explicar. Nem todas as pessoas que o analista de sistemas vai interagir são técnicas.

Ainda existem outras habilidades importantíssimas mais específicas, como motivação, adaptabilidade, colaboração, networking e etc. Mas estes quatro pilares já trazem a noção de um analista de sistemas completo. Pronto para ensinar, aprender, e evoluir muito na carreira.

NEWSLETTER APEXO EDU

Cadastre-se agora e recebe as últimas novidades sobre o mercado de tecnologia e Infraestrutura 

Descubra como as principais marcas já estão aplicando o 5G nas indústrias.

Nós usamos cookies para garantar a melhor experiência em nosso site