Alugar, realizar um empréstimo ou comprar a tecnologia necessária para seu ambiente de trabalho

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

O custo de toda a estrutura de tecnologia de uma empresa pode assustar o empreendedor. Investir em tecnologias mais novas pode potencializar sua produtividade, mas a um custo muito alto, enquanto investir em uma estrutura ultrapassada pode ser um mau negócio a médio e longo prazo.

A fim de reduzir os custos, outras alternativas que não a compra dos equipamentos podem ser consideradas como o aluguel ou empréstimo com opção de compra (também conhecido como leasing ou arrendamento mercantil). Cada uma dessas opções tem suas particularidades, podendo ser vantajosas ou não, dependendo da situação.

Compra de tecnologia

A primeira opção normalmente considerada é a compra de toda a tecnologia a ser usada pela companhia. Essa escolha requer grande quantidade de dinheiro em caixa e tem valor definido, porém tende a deixar a estrutura tecnológica do local “presa” às escolhas feitas no momento da compra a longo prazo, visto que a troca de equipamentos
comprados é pouco interessante.

As principais vantagens da compra de tecnologia estão relacionadas ao planejamento orçamentário, agilidade e controle sobre todos os equipamentos. Por outro lado, toda a responsabilidade pelo equipamento e custos envolvidos são de responsabilidade do dono. Acrescenta-se a isso a alta probabilidade de alguns equipamentos tecnológicos se tornarem obsoletos antes de haver disponibilidade financeira para adquirir novos equipamentos.

Aluguel de tecnologia

O aluguel também é uma modalidade de negócio bastante conhecida no Brasil, sendo interessante para atender necessidades temporárias de médio prazo. A principal vantagem financeira do aluguel é o fato de não exigir grandes investimentos a curto prazo, sendo o valor muito mais baixo que o valor de compra.

Caso a tecnologia alugada vá ser utilizada por muito tempo ou seja permanente, não é recomendável o aluguel, pois a longo prazo o custo tende a ultrapassar o valor total de compra dos equipamentos. Quando a utilização é a médio prazo, no entanto, é possível conseguir bons valores e há a possibilidade de trocar os equipamentos por outros mais
modernos em contratos futuros.

Empréstimo com opção de compra da tecnologia

Esta opção é mais conhecida no meio empresarial para obtenção de bens de alto custo. Trata-se de um modelo de negócios muito semelhante ao aluguel, mas com a opção de compra do bem ao final do contrato, descontando parte do valor com base no que já foi pago no tempo de contrato.

Empréstimos desse tipo possuem a vantagem de ter taxas menores que financiamentos, caso deseje-se manter o bem ao final do contrato, e dá a possibilidade de trocar os equipamentos dependendo do contrato assinado. Assim como o aluguel, não requer grande investimento inicial, mas possui custo final mais alto que o aluguel ou a compra. Trata-se de uma excelente opção para aqueles que querem manter-se com tecnologias atualizadas e não têm dinheiro para realizar a compra.

Um porém desta modalidade é a burocracia envolvida, muito mais complexa que nos contratos de compra ou aluguel. Também é uma opção que não é oferecida para qualquer empresa.

Resumo e conclusão

Cada forma de contrato apresenta vantagens e desvantagens como visto ao longo deste artigo. Assim, para facilitar sua vida, resumimos abaixo os prós e contras de cada um:

Compra:

  • Prós:
    • Custo conhecido;
    • Baixa burocracia;
    • Controle sobre toda a tecnologia.
  • Contras:
    • Alto custo inicial;
    • Pode te deixar preso com uma tecnologia obsoleta

Aluguel:

  • Prós:
    • Baixo custo inicial;
    • Baixa burocracia.
  • Contras:
    • Não é recomendável para estruturas e equipamentos que serão usados a longo prazo.

Empréstimo com opção de compra:

  • Prós:
    • Baixo custo inicial;
    • Possibilidade de atualização constante das tecnologias;
    • Possibilidade de manter a estrutura após o final do contrato.
  • Contras:
    • Custo final mais alto;
    • Difícil sair do contrato;
    • Alta burocracia

Portanto, considere qual será o uso de cada tecnologia antes de decidir qual caminho seguir e avalie a condição financeira de seu negócio. Equipamentos e estruturas diferentes podem ser vantajosos em tipos de contratos diferentes. Seguindo essas regras, é possível manter os custos baixos e as tecnologias atualizadas

NEWSLETTER APEXO EDU

Cadastre-se agora e recebe as últimas novidades sobre o mercado de tecnologia e Infraestrutura 

Descubra como as principais marcas já estão aplicando o 5G nas indústrias.

Nós usamos cookies para garantar a melhor experiência em nosso site