Similaridades e diferenças entre SCADA e DCS

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Os sistemas SCADA e DCS são amplamente utilizados no monitoramento e operação de fábricas e compartilham uma série de especificações.

Os sistemas SCADA e DCS são amplamente utilizados no monitoramento e operação de fábricas e compartilham uma série de especificações. A seguir vamos apresentar um pouco das similaridades e diferenças entre os dois.

            Similaridades entre os sistemas

            Os dois sistemas são relacionados a controle, sendo seus nomes advindos de suas funções: SCADA significa Sistema de Supervisão e Aquisição de Dados, em português, enquanto DCS quer dizer Sistema de Controle Distribuído. Assim, fica claro que os dois sistemas compartilham a finalidade de controle e supervisão.

            Não só a utilização dos sistemas é similar, mas os dois também se conectam com uma série de dispositivos em comum. O primeiro que podemos citar, e possivelmente o principal dispositivo de controle aplicado em automação, é o controlador lógico programável (CLP), que é um tipo de computador simples mas extremamente customizável aplicado em processos de manufatura com características pouco variáveis e tempo de execução bem conhecido, normalmente usados em centrais de controle. Semelhante ao CLP, existem as unidades remotas de telemetria (URT) que são voltadas para aplicação local onde é necessário o monitoramento de equipamentos variados e intervenção direta de pessoas no local quando pertinente.

            Ambos sistemas também são compatíveis com as interfaces homem-máquina (IHM), que servem para fornecer feedback visual das variáveis de processo monitoradas através de interfaces intuitivas. Estes dispositivos de IHM podem operar em sistemas DCS e SCADA e são compatíveis com CLPs e URTs.

            Diferenças entre os sistemas

            As semelhanças entre o DCS e o SCADA são fruto de sua aplicação em comum e de aspectos estruturais compartilhados pelos dois. No entanto, a escolha de quando aplicar cada sistema deve ser feita com base em suas diferenças.

            A primeira diferença observada é o foco de aplicação de cada tecnologia. Enquanto sistemas SCADA priorizam a aquisição de dados e são voltados para atuação na ocorrência de eventos, os sistemas DCS são mais recomendados para o controle direto de processos contínuos baseados em dados de sensores e que requeiram uma atuação local.

O escopo de aplicação dos sistemas também é bem diferente quando o assunto é espaço físico. Os sistemas SCADA são superiores quando o assunto é cobrir largas áreas geográficas, sendo ideais para controlar conjuntos de plantas industriais, enquanto os sistemas DCS se saem melhor controlando porções individuais.

Por ser mais dependente de dados de sensores e lidar com processos contínuos, o DCS é bastante sensível a problemas de comunicação, outra característica bem diferente do que é observado no SCADA. Sistemas SCADA são capazes de lidar com problemas de comunicação de modo eficiente. Ainda lidando com a questão da comunicação, os sistemas SCADA também são compatíveis com uma variedade muito maior de protocolos, muitos dos quais são abertos. Já os sistemas DCS sofrem com o uso de protocolos proprietários que diminuem a compatibilidade com outros dispositivos e demanda maior comprometimento dos fabricantes em fornecer suporte a longo prazo.

Por fim, no que diz respeito ao tempo de processamento, os sistemas DCS demandam muito mais tempo, o que pode ser crucial em alguns processos.

Qual sistema devo usar?

Vimos que os dois sistemas possuem muitas similaridades estruturais e tem a mesma finalidade, mas operam de modo muito diferente em algumas situações. Como já foi adiantado, as diferenças devem ser consideradas na hora de escolher qual sistema implementar.

Na hora de escolher o que usar, lembre-se sempre que a utilização de um sistema não impede que o outro também seja utilizado. Na prática, o uso das duas técnicas em conjunto é bastante usual, buscando sempre combiná-las de modo que seus pontos fortes possam se somar para criação de uma rede de controle e monitoramento robusta.

NEWSLETTER APEXO EDU

Cadastre-se agora e recebe as últimas novidades sobre o mercado de tecnologia e Infraestrutura 

Descubra como as principais marcas já estão aplicando o 5G nas indústrias.

Nós usamos cookies para garantar a melhor experiência em nosso site